sexta-feira, 20 de julho de 2012

Escolher depende de quem exactamente?

Será que somos nós que escolhemos o nosso caminho? Se eu fosse católica diria que foi Deus, mas não creio que estas escolhas tenham haver com religião. Quem escolhe somos nós, regulares humanos.

Para nós é mais que normal errar até já estamos habituados a isso, mas quando se trata de por as culpas em alguém pelos nossos erros somos mais que professores, somos mestres. Eu, para esconder os meus erros culpava o amor que deixei fugir, culpei os meus familiares por não me darem atenção e culpei o meu subconsciente por não me ter avisado que podia contar a verdade, que era possível ter ajuda sem ser descriminada. A verdade é que ninguém tem a culpa nem mesmo nós próprios, o cérebro do ser humano é assim, inventa estados e marca quem tenta compor a vida.

Por muito tempo cortar me era tabu na minha cabeça, agora é apenas uma leve memoria que falo livremente. É verdade que há dias em que gostava que tivesse escolhido um caminho diferente ou então que realmente alguém o escolhesse por mim, mas não é possível tal coisa acontecer. 

 O casulo simplesmente fechou à minha volta e quase fiquei sem ar, mas conseguir sair a tempo. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b