quarta-feira, 28 de setembro de 2011

esperando, valerá a pena? (eu quero que sim)

Viver na corda banda começou a ser uma realidade para mim, viver no meio de palavras ditas e por dizer em que tenho que resolver o mistério da minha felicidades. O medo de não conseguir é tão grande que cega-me, choro e não sou pessoa de chorar, grito e não sou pessoa de gritar, tudo isto altera a minha pessoa expondo os meu maiores defeitos e falhas, mas com isso não me preocupo porque defeitos e falhas toda a gente tem.

Só o que eu não tenho és tu.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

love will destroy us, every time.

   O ser humano não é prefeito. Ser uma pessoa é difícil, temos muita coisas para aprender e pouco tempo para pôr em prática. Se racionalizarmos cada movimento nosso ou de outros, não vivemos, apenas existimos. Eu sei que o cenário não é um dos mais bonito, eu própria não gosto de muita coisa que vejo ou sinto, mas a vida ensinou-me, da pior maneira, claro, que posso viver sem pensar no desnecessário.
  Eu sou aquilo que me acontece, eu amo como fui amada, eu sou real e posso viver livre de magoas desnecessárias.

   Assim como tu. ♥

sábado, 24 de setembro de 2011

maldito sono, porque não vens de uma vez!


Sabem quando chega a hora de nos deitar e quando pomos a cabeça na almofada, os minutos passam a longas horas e nada acontece, apenas ficamos ali no escuro, deitados. É nessa altura que inevitavelmente pensamos no dia que tive, no que podia ter dito ou feito e acabo por passar mais tempo a imaginar a quantidade de coisas que podiam ter corrido melhor do que a dormir. E o pouco sono que tínhamos acaba por ir embora e deixa-ma, ali com aqueles pensamentos e com o peito apertado fazendo-nos desejar voltar atrás e começar o dia de novo.

if it makes you happy, i'm a mess!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

a vida é um jogo perigoso :s

Pensei que conseguia voar sem asas, que podia chegar ao meus sonhos apenas formandos na minha cabeça, mas a única coisa que consegui foi quebrar a minha alma em pedaços pequeninos e sem concerto. Sorri quando ouvi-me pensar que já não podia piorar, mas errei. Piorou. Agora tudo me passa ao lado, não tenho tempo para agarrar aquilo que quero e tento concertar o máximo que consigo antes que seja tarde demais para me redimir.


E tu foste a minha grande reparação Obrigado porque ainda me dares um pouco de valor.
adoro-te muito irmã (isso nunca ninguém te tirou)

quero o The End, já!

Os dias vão começando e acabando e a resposta que procuro parece adiada á já uma eternidade, por dentro grito: "Quando é que isto vai acabar!", mas nem isso me deixa melhor, tudo parece tão igual e esta falsa paz deixa-me irrequieta. Peço todos os dias que a minha alma aguente mais um pouco, que ao fim do dia ainda sorria e que me de força para me levantar no próximo.
Eu quero que acabe, juro que sim.

eu não preciso de palavra vazias, preciso que sejas justo e verdadeiro. e não é pedir muito.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

para ti meu YODA! (L)

O amor surge das mais diversas formas, tamanhos e cores, ele apanha-te desprevenido e conquista a tua alma de um só sopro. Assim como todas as outras coisas no mundo, tem um lado mau, quando ele quer ser cruel consegue mesmo, pode destruir todos os sonhos que tens e toda a esperança que gostavas de ter. Não gosto de estar sozinha, por isso comprei o Yoda, ele é a melhor coisa na minha vida, um amigo que não julga, um namorado que não trai e que me ama, técnicamente.

O Yoda é um peixinho dourado que comprei á dois dias, ele faz-me companhia e é o meu melhor amigo. Por isso este é para ti fofy*

sábado, 17 de setembro de 2011

O dia de amanha vai ser melhor .

Toda a gente aponta o dedo ao mal feito, critica o errado e desdenha do feio. Ninguém pára para pensar que a pessoa pode não gostar, que essa pessoa tem sentimentos e que fica a saber que ninguém quer saber deles e isso faz desaparecer qualquer um aos poucos, todos os dias, até ficar mesmo invisível. A insensibilidade que existe neste mundo cresce de dia para dia e ninguém nota.
Tudo o que resta é pensar que as coisas vão melhorar no dia seguinte. Mesmo que isso seja mentira.