domingo, 2 de outubro de 2011

prazo de validade, mas tudo fica para a eternidade.

Tudo ganha menos valor quando o brilho deixa de ser o mesmo, quando o fascínio do primeiro gesto, beijo ou abraço é perdido tudo se torna mono cromático, seco e feio e acabamos por virar costas e fingir que aquilo já não nos pertence, mas cá dentro há aquele sentimento de reconhecimento, mesmo que pouco, esse sentimento nunca irá desaparecer, o que faz dessas coisas nossas para sempre.


mesmo as que têm prazo de validade. como nós. FIM.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b