quarta-feira, 12 de outubro de 2011

e quando se falha com a segunda (?)

Para ser verdadeira, não tenho teoria para isto, é um facto. Apaixonar-nos é um facto. O problema está em quem "depositamos" o nosso coração, não se escolha.
- é pena.

Talvez não, é a vida, é o destino (mesmo que eu não acredite nele) é tudo a trabalhar juntos. A vida funciona assim. 
- ya (..)

Escuta, o amor é assim imprevisível e estúpido não há como entender (..) pode dar tudo e deixar-nos sem nada, mas como disse na vida tudo é assim. Acredita, não é a deprimir que a nossa vida irá ficar melhor. É a rir.
- faz sentido (..)

Acima de tudo temos que amar aquilo que sempre foi nosso. Por isso esquece essa pessoa e outrens, ou então não esqueças a opção é toda tua.
Mas pensa: queres alguém que diga que és a vida dela ou ser tua a vida (?)

Precisamos de ser as nossas vidas, não as dos outros (..)

2 comentários:

  1. imprevissivel e estupido , isso mesmo amor :c

    ResponderEliminar
  2. eu acho que temos de ser a nossa vida; mas também temos de ser a vida de alguém,
    senão a nossa vida acaba por ficar sem sentido.

    Mariana Freitas

    ResponderEliminar

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b