sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

O passado fez uma visita ..



Ninguém gosta de ser esquecido, ou rejeitado, mas chega uma altura que isso deixa de fazer diferença. Começamos a ganhar uma pele rija em volta de nós, algo que nos proteja da brutal desonestidade das pessoas, das mentiras que podem arrastar um pessoa para sítios maus. 

Não podes obrigar ninguém a esquecer, que magoar-te é divertido ou de te iludir com frases que sempre esperaste ler, mas podes lutar de volta, podes deixar os sentimentos de lado e ser brutalmente honesta com essa pessoa.

"Não posso sentir saudades de alguém que nunca gostou de mim." 

Sentir saudades é um termo engraçado, a saudade tem muitas caras, muitos tamanhos e principalmente muitos significados. Podemos sentir saudade de um momento, de uma hora ou até de uns segundos, mas na minha opinião podemos escolher a saudade que sentimos, quando digo isto falo de escolher entre deixar que ela mande na nossa vida ou não.

O passado não volta a menos que se deixe, os sentimento num determinado tempo da nossa história não voltam a menos que queiramos, apesar do passado viver na nossa cabeça temos o poder de escolha, deixar que as garras de pequenas memorias nos impeça de viver o que queremos ou podemos elimina-lo, remover a nossa mente dessas memorias e criar outras.

Remover certos momentos do nosso passado não quer dizer que as esquecemos, apenas escolhemos remover do plano central. 

Por isso é que visitas do passado são as pior, podem abanar um mundo pouco estável, baralhar algo que não está resolvido, mas quando estamos no caminho certo onde não há dúvidas o passado pode vir, pode ficar durante meio dia ou um dia e depois voltar para as caixas no fundo nos nosso cérebro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b