sexta-feira, 5 de abril de 2013

Não sei o que esperar do futuro.

É tudo uma incógnita que não sei lidar, porque tudo à um tempo atrás, era simples, acordava, tomava banho, ia para a escola, lidava com pânico por estar exposta, e depois vinha para casa e já podia respirar. Agora não sei, perdi a vontade e a iniciativa, não gosto do curso e isso está a matar a minha força de vontade para tudo o resto, é como um veneno que me suga a energia que tenho. Dei isso a conhecer ao meus pais, estamos a trabalhar numa solução. 

Quanto à escrita ainda não sei como dizer  quando estou para dizer a minha garganta encrava, fica seca e tenho que engolir o que lhes ia dizer. Tenho medo que eles achem estúpido e que digam que não é um futuro, mas não estou a pensar em não trabalhar só para me dedicar à escrita, só cria que ele soubessem.

Em breve vou a um psiquiatra, por mais que tente não consigo estar contente e não penar em me cortar, apesar de não o fazer à um tempo, tenho medo que algo me leve ao limite e acabe por fazer pior, a minha mente está tão baralhada e escura que nem um farol a iluminava. Sinto-me numa posição desconfortável perante o mundo, tanto estou bem como pior a seguir. 

Enfim, tirando isto tudo tenho uma jantar de aniversário em que me vou sentir desconfortável e possivelmente à beira de um ataque. Prometi que não ia beber para compensar o desconforto, mas ...

não sei o que me espera no futuro.     

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b