quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Simplificar

Era a palavra que eu devia gravar na minha mente com a ajuda de um ferro a escaldar, para me recordar do como doí quando eu penso demais sobre algo e ponho em causa tudo o que sei sobre quem sou só porque o mundo decidiu brincar comigo nesse dia. 

Tantas duvidas, tantas incertezas e tantos "se" e "mas" que rondam a minha cabeça na maior parte dos dias começam a ser demais. Sou racional, mas estou farta de isso só complicar os meus sentimentos, faz com que tenha medo de ser o que sinto uma vez mais, e como já fui magoada e tenho medo de arriscar ser outra vez. 

Mas quando penso que o mundo não foi feito por pessoas que jogaram pelo seguro e conhecido, e que há pessoas que são felizes mesmo depois de tempestades piores e mesmo assim simplificam tudo para que isso funcione ao favor delas, pergunto me porque raio não ei de ser capaz de fazer o mesmo. 

Afinal também sou gente. 


Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b