quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A vida com mais MIM e menos TU (!)

  Já passei por vários graus de dor ao longo da minha vida, e agora ela foi embora. Não sinto dor nenhuma, é como se toda a história que passei não tivesse acontecido, sinto-me livre e de bem comigo mesma. Apesar de continuar a odiar grandes multidões a parte depressiva passou, agora consigo levantar-me sem pensar porque raio é que inventarão o despertador.
  Os meus amigos parecem pessoas com mais cor, os meu pais parecem pessoas a quem devo dar mais amor a minha irmã parece um pilar ao qual eu recorro e é confortável. 
  Ainda assim o carinho é algo difícil para mim, não aceito muito bem recebe-lo nem da-lo e sei que isso é injusto mas não posso obrigar a que o meu organismo esteja todo em sintonia, não por agora. É cedo. 

Aprendi a ser má contigo, mas agora encontrei a felicidade sem ti. Só peço uma coisas, não voltes para a minha vida porque já não és bem-vindo nela.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b