quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Ceifeira.


Num dia o Ser Humano pode estar de pé e no outro pode estar deitado. A morrer. O mundo é frio quando se trata da Ceifeira. Eu, uma simples rapariga que não sabe o que o destino e o mundo guardam ao virar de cada esquina, já desejei a morte a mim mesma, já me odiei e é em dias como este, que o sol está tapado e coberto por uma neblina que ainda não cega mas que nos deixa atordoados, eu entendo o propósito da minha vida. Já vi pessoas da minha idade morrer sem querer e hoje recebo a notícia que possivelmente o mundo pode tirar o chão de outra pessoa.

Hoje é o dia um dia para pensar em tudo o que aconteceu durante estes meses. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Isto é como no Face é só meter GOSTO (!) :b